Bem-vindo
Bem-vindo

Aplicador Mini para Polarys Ibramed - Para Papada

  • Código: ME04505A
  • Marca: Ibramed
  • Disponibilidade: Sob-encomenda
  • Descrição: Aplicador utilizado no equipamento de Criolipólise Polarys, que conta com uma avançada tecnologia voltada para redução da gordura localizada e modelagem não invasiva do contorno corporal por meio do sistema inovador de criolipólise. O aplicador de papada conta com tecnologia inovadora para tratamentos de gordura localizada em papada e pequenas áreas, como: púbis, axilar anterior e posterior, infraescapular, interno de joelho, infraglútea, região lombar e braços.
  • ...Veja mais informações
Aplicador Mini para Polarys Ibramed - Para Papada
Aplicador Mini para Polarys Ibramed - Para Papada
Aplicador Mini para Polarys Ibramed - Para Papada
Aplicador Mini para Polarys Ibramed - Para Papada
Aplicador Mini para Polarys Ibramed - Para Papada
Aplicador Mini para Polarys Ibramed - Para Papada
Aplicador Mini para Polarys Ibramed - Para Papada
Aplicador Mini para Polarys Ibramed - Para Papada
  • R$ 4.995,00
    em até 12x R$ 416,25 s/ juros
  • R$ 4.745,25- (5% à vista)
  • Retire este produto na loja
  • Vendido e entregue por ISP Saúde
  • R$ 4.745,25 no boleto bancário5% de desconto
  • R$ 4.745,25 em 1x no cartão5% de descontoMais opções de parcelamento

Descrição do Produto

Aplicador utilizado no equipamento de Criolipólise Polarys, que conta com uma avançada tecnologia voltada para redução da gordura localizada e modelagem não invasiva do contorno corporal por meio do sistema inovador de criolipólise. O aplicador de papada conta com tecnologia inovadora para tratamentos de gordura localizada em papada e pequenas áreas, como: púbis, axilar anterior e posterior, infraescapular, interno de joelho, infraglútea, região lombar e braços.

Diferenciais e Benefícios

  • Controle da Temperatura: visualização real e instantânea da temperatura, ajustável de -8°C à +8°C, individualmente em cada aplicador;
  • Acessibilidade à áreas pequenas: conta com tecnologia que permite a realização de um tratamento mais preciso e com resultados mais satisfatórios;
  • Aplicador 360º: o aplicador com material de alumínio distribui o resfriamento para todos as regiões dentro do copo, congelando um número maior de células adiposas;
  • STEPS MODE: permite configurar modos de tratamentos personalizados;
  • CLEAN MODE: exclusivo sistema de auto limpeza dos aplicadores e cabos;
  • Botão Pause: interrompe a terapia sem perder dados programados;
  • 4 Modos de Vácuo: contínuo e pulsado 1, 2 e 3, ideais para tratar áreas doloridas e aderidas com maior conforto e menor risco de hematomas; 
  • 4 modos de Criolipólise: Convencional (somente resfriamento), de Contraste( aquecimento/ resfriamento/ aquecimento), de Reperfusão (resfriamento/ aquecimento) e de Preparo (aquecimento/ resfriamento);
  • Emissores de LED: indicadores bicolor de resfriamento e aquecimento.

Indicações

  • O Aplicador Mini foi desenvolvido para o aparelho Polarys Ibramed;
  • Tratamento de gordura localizada;
  • Modelagem não-invasiva no contorno corporal e da face;
  • Pré-operatório de lipoaspiração;
  • Regiões menores, como:
  • Interno do joelho;
  • Púbis;
  • Lombar e braços;
  • Axilar anterior e posterior;
  • Infraescapular;
  • Infraglútea;
  • Submento.

Efeitos fisiológicos

  • Cristalização dos lipídeos: extração de temperatura que induz à cristalização da gordura contida nos adipócitos. Esse efeito dispara a morte celular dos adipócitos, que são muito mais susceptíveis ao frio que as demais células da pele e do tecido subcutâneo. Os efeitos induzidos pela cristalização são irreversíveis;
  • Lesão por reperfusão: dano tecidual causado quando o fornecimento de sangue retorna para o tecido após um período de isquemia ou falta de oxigênio. A dinâmica entre estase vascular e a reperfusão tecidual induz a produção de ROS (espécies reativas de oxigênio). A ausência de oxigênio e nutrientes do sangue durante o período de resfriamento cria uma condição na qual o restabelecimento da circulação resulta em inflamação e dano oxidativo por meio da indução do stress oxidativo, em vez da restauração da função normal;
  • Paniculite inflamatória: o processo inflamatório causado nos adipócitos pela cristalização (e subsequente reperfusão) se reflete no fluxo de células inflamatórias que pode ser observado por volta do 3º dia após o tratamento e apresenta pico aproximadamente no 14º dia, com a presença de infiltrado contendo histiócitos, neutrófilos, linfócitos e outras células mononucleadas;
  • Gradual remoção dos resíduos celulares por fagócitos: entre o 14º e o 30º dia pós-tratamento, macrófagos e outros fagócitos envolvem e digerem as células adiposas como parte de uma resposta natural à injúria;
  • Diminuição do número de adipócitos e remodelagem corporal: 4 semanas após o tratamento, a inflamação e o volume de adipócitos diminuem. Entre 2 a 3 meses depois do tratamento, os septos interlobulares se espessam e o processo inflamatório desaparece.

Informações Adicionais

  • Deve ser utilizado juntamente com o aparelho Polarys, da Ibramed;

Conservação

  • O procedimento de limpeza deve ser realizado sempre que necessário;
  • Limpe o aplicador com pano úmido e limpo com clorexidina alcoólica a 0,5% e seque com papel toalha descartável;
  • Não coloque o aplicador em líquidos.

Contraindicações

  • Gestantes;
  • Dispositivo eletrônico implantado (exemplo: marca-passo cardíaco);
  • Áreas neoplásicas ou sobre áreas na qual algum tumor tenha sido removido;
  • Crianças, idosos ou pacientes com alta sensibilidade ao frio (crioglobulinemia);
  • Intolerância a crioterapia;
  • Síndrome de Rayanud;
  • Sobre áreas isquêmicas (nas quais o suprimento sanguíneo pode ser incapaz de suprir a demanda metabólica resultando em necrose);
  • Sobre feridas abertas ou infectadas;
  • Diabetes Mellitus ou outros casos de déficit de cicatrização;
  • Indivíduos com doenças metabólicas e hepáticas que comprometam o metabolismo das gorduras;
  • Sobre áreas com alteração de sensibilidade;
  • Sobre pele irritada ou com presença de dermatites;
  • Cirurgias recentes no local do tratamento;
  • Uso regular de medicamentos anti-inflamatórios;
  • Queloides ou propensão a queloides na região a ser tratada;
  • Regiões com marcas de cicatrizes hipertróficas.

                Especificações Técnicas

                • Aplicador Polarys 360º Mini - Deve ser utilizado com o aparelho Polarys, da marca Ibramed;
                • Criolipólise: 
                • Temperatura de resfriamento:  + 8°C até - 8 °C com incrementos de 2°C;
                • Temperatura de aquecimento: Fixa em + 40°C;
                • Intensidade do vácuo: 0 até - 550 mmHg;
                • Modos de vácuo: Contínuo e Pulsados: P1, P2, e P3 (35 pulsos/min);
                • Modo P1:
                • Pulso: 10 pulsos por minuto;
                • Frequência: 166 mHz;
                • Duração ON do pulso: 5500 ms;
                • Duração OFF do pulso: 500 ms;
                • Modo P2:
                • Pulso: 20 pulsos por minuto;
                • Frequência: 333 mHz;
                • Duração ON do pulso: 2500 ms;
                • Duração OFF do pulso: 500 ms;
                • Modo P3:
                • Pulso: 35 pulsos por minuto;
                • Frequência: 583 mHz;
                • Duração ON do pulso: 1210 ms;
                • Duração OFF do pulso: 500 ms;
                • Modos de temperatura: 1- Resfriamento, 2- Aquecimento inicial + Resfriamento, 3- Resfriamento + Aquecimento final, 4- Aquecimento inicial + Resfriamento + Aquecimento final;
                • Tempo de resfriamento: 1-60 minutos;
                • Tempo de aquecimento inicial: 1-10 minutos;
                • Tempo de aquecimento final: 1-10 minutos;
                • Tempo máximo de tratamento: 80 minutos;
                •  Tamanho do copo do aplicador: 4,5 x 8,6 cm. 

                Itens Inclusos

                • 01 Aplicador mini para Polarys Ibramed Criolipólise de Contraste.

                Ficha Técnica

                Pressão Negativa0 até - 550 mmHg
                ModoContínuo e Pulsado (03 modos)
                TerapiaCriolipólise
                Temperatura AquecimentoFixa em 40°C
                Aplicador com controle de termperaturaNão
                Aplicador com controle de vácuoSim
                Temperatura Resfriamento+8 a -8ºC
                ProtocolosConvencional, Contraste e de Reperfusão

                Pesos e Medidas

                • Dimensões do produto
                • Dimensões (C x L x A)
                • x x cm
                • Peso Kg
                • 3.0
                • Dimensões da embalagem
                • Dimensões Embalado (C x L x A)
                • 62.0 x 40.0 x 29.0 cm
                • Peso Embalado Kg
                • 3.0

                Perguntas Frequentes

              • Os efeitos são cristalização dos lipídeos por extração de temperatura, paniculite lobular (inflamação causada pelo frio), reperfusão tecidual e fagocitose.
              • O tempo de resfriamento deve ser entre 45 e 60 minutos. No entanto, na Criolipólise de Contraste, Reperfusão e de Preparo, o tempo de aplicação é maior devido ao tempo de aquecimento pré e/ou pós resfriamento.
              • Os intervalos entre as sessões da criolipólise podem variar de 60 a 120 dias após a primeira aplicação.
              • Áreas do tronco (exceto região precordial), pescoço (exceto região de carótidas e tireoide), região pélvica, membros superiores e inferiores com presença de gordura localizada.
              • Deve-se verificar atentamente a presença de contraindicações, realizar a completa anamnese do paciente, assim como avaliação fotográfica, perimetria e adipometria para acompanhar a evolução clínica do paciente. Também deve-se verificar os medicamentos que possam interferir no tratamento, inspecionar o aplicador antes do início de cada tratamento, demarcar a área a ser tratada, a fim de direcionar o posicionamento da membrana anticongelante e do aplicador, posicionar o paciente de forma confortável e de maneira que exponha a área a ser tratada. É importante que, antes de interromper a sucção ao final do tratamento e realizar o desacoplamento, o profissional segure o aplicador firmemente para evitar a queda do mesmo.
              • Para o correto funcionamento do sistema, é necessário abastecer o reservatório com água. O abastecimento deve ser feito com o equipamento ligado e aplicadores conectados. Antes de ligar o POLARYS, posicione os aplicadores em seus suportes, em seguida conecte os cabos dos aplicadores ao equipamento até o completo encaixe. Conecte o equipamento à rede elétrica e pressione o botão ON da chave liga-desliga, remova as tampas dos conectores da entrada e da saída de água, conecte a mangueira com funil na entrada de água. Abasteça lentamente o reservatório com água até o extravasamento pela mangueira conectada na saída de água. Após o processo desconecte as mangueiras e tampe os conectores.
              • O Polarys é considerado uma criolipólise segura pois possui um reservatório de água com capacidade para 10 litros e não permite que o equipamento trabalhe com essa capacidade reduzida. Assim, há a garantia de resfriamento do Peltier e controle de sua real temperatura.
              • Peltier é uma pastilha termoelétrica localizada na parte interna do aplicador em contato com as placas metálicas laterais. Por meio de estimulação elétrica, este dispositivo extrai calor (resfria) a superfície metálica que está em contato, enquanto libera o calor extraído do outro lado, trocando calor com a água que circula pelo aplicador. Sendo assim, quanto maior o reservatório de água, maior é a quantidade de água que circula pelo aplicador, o que otimiza a troca de calor com o peltier e promove a manutenção eficaz da temperatura durante a aplicação.
              • Essa modalidade inclui períodos de aquecimento no início e no final do procedimento. A técnica se baseia no uso da temperagem (alternância entre calor/frio/calor) para induzir a cristalização de lipídios. O intuito é aumentar a possibilidade de destruição das células de gordura.
              • Manual de Instruções

                Informações do Produto

                Descrição do Produto

                Aplicador utilizado no equipamento de Criolipólise Polarys, que conta com uma avançada tecnologia voltada para redução da gordura localizada e modelagem não invasiva do contorno corporal por meio do sistema inovador de criolipólise. O aplicador de papada conta com tecnologia inovadora para tratamentos de gordura localizada em papada e pequenas áreas, como: púbis, axilar anterior e posterior, infraescapular, interno de joelho, infraglútea, região lombar e braços.

                Diferenciais e Benefícios

                • Controle da Temperatura: visualização real e instantânea da temperatura, ajustável de -8°C à +8°C, individualmente em cada aplicador;
                • Acessibilidade à áreas pequenas: conta com tecnologia que permite a realização de um tratamento mais preciso e com resultados mais satisfatórios;
                • Aplicador 360º: o aplicador com material de alumínio distribui o resfriamento para todos as regiões dentro do copo, congelando um número maior de células adiposas;
                • STEPS MODE: permite configurar modos de tratamentos personalizados;
                • CLEAN MODE: exclusivo sistema de auto limpeza dos aplicadores e cabos;
                • Botão Pause: interrompe a terapia sem perder dados programados;
                • 4 Modos de Vácuo: contínuo e pulsado 1, 2 e 3, ideais para tratar áreas doloridas e aderidas com maior conforto e menor risco de hematomas; 
                • 4 modos de Criolipólise: Convencional (somente resfriamento), de Contraste( aquecimento/ resfriamento/ aquecimento), de Reperfusão (resfriamento/ aquecimento) e de Preparo (aquecimento/ resfriamento);
                • Emissores de LED: indicadores bicolor de resfriamento e aquecimento.

                Indicações

                • O Aplicador Mini foi desenvolvido para o aparelho Polarys Ibramed;
                • Tratamento de gordura localizada;
                • Modelagem não-invasiva no contorno corporal e da face;
                • Pré-operatório de lipoaspiração;
                • Regiões menores, como:
                • Interno do joelho;
                • Púbis;
                • Lombar e braços;
                • Axilar anterior e posterior;
                • Infraescapular;
                • Infraglútea;
                • Submento.

                Efeitos fisiológicos

                • Cristalização dos lipídeos: extração de temperatura que induz à cristalização da gordura contida nos adipócitos. Esse efeito dispara a morte celular dos adipócitos, que são muito mais susceptíveis ao frio que as demais células da pele e do tecido subcutâneo. Os efeitos induzidos pela cristalização são irreversíveis;
                • Lesão por reperfusão: dano tecidual causado quando o fornecimento de sangue retorna para o tecido após um período de isquemia ou falta de oxigênio. A dinâmica entre estase vascular e a reperfusão tecidual induz a produção de ROS (espécies reativas de oxigênio). A ausência de oxigênio e nutrientes do sangue durante o período de resfriamento cria uma condição na qual o restabelecimento da circulação resulta em inflamação e dano oxidativo por meio da indução do stress oxidativo, em vez da restauração da função normal;
                • Paniculite inflamatória: o processo inflamatório causado nos adipócitos pela cristalização (e subsequente reperfusão) se reflete no fluxo de células inflamatórias que pode ser observado por volta do 3º dia após o tratamento e apresenta pico aproximadamente no 14º dia, com a presença de infiltrado contendo histiócitos, neutrófilos, linfócitos e outras células mononucleadas;
                • Gradual remoção dos resíduos celulares por fagócitos: entre o 14º e o 30º dia pós-tratamento, macrófagos e outros fagócitos envolvem e digerem as células adiposas como parte de uma resposta natural à injúria;
                • Diminuição do número de adipócitos e remodelagem corporal: 4 semanas após o tratamento, a inflamação e o volume de adipócitos diminuem. Entre 2 a 3 meses depois do tratamento, os septos interlobulares se espessam e o processo inflamatório desaparece.

                Informações Adicionais

                • Deve ser utilizado juntamente com o aparelho Polarys, da Ibramed;

                Conservação

                • O procedimento de limpeza deve ser realizado sempre que necessário;
                • Limpe o aplicador com pano úmido e limpo com clorexidina alcoólica a 0,5% e seque com papel toalha descartável;
                • Não coloque o aplicador em líquidos.

                Contraindicações

                • Gestantes;
                • Dispositivo eletrônico implantado (exemplo: marca-passo cardíaco);
                • Áreas neoplásicas ou sobre áreas na qual algum tumor tenha sido removido;
                • Crianças, idosos ou pacientes com alta sensibilidade ao frio (crioglobulinemia);
                • Intolerância a crioterapia;
                • Síndrome de Rayanud;
                • Sobre áreas isquêmicas (nas quais o suprimento sanguíneo pode ser incapaz de suprir a demanda metabólica resultando em necrose);
                • Sobre feridas abertas ou infectadas;
                • Diabetes Mellitus ou outros casos de déficit de cicatrização;
                • Indivíduos com doenças metabólicas e hepáticas que comprometam o metabolismo das gorduras;
                • Sobre áreas com alteração de sensibilidade;
                • Sobre pele irritada ou com presença de dermatites;
                • Cirurgias recentes no local do tratamento;
                • Uso regular de medicamentos anti-inflamatórios;
                • Queloides ou propensão a queloides na região a ser tratada;
                • Regiões com marcas de cicatrizes hipertróficas.

                              Especificações Técnicas

                              • Aplicador Polarys 360º Mini - Deve ser utilizado com o aparelho Polarys, da marca Ibramed;
                              • Criolipólise: 
                              • Temperatura de resfriamento:  + 8°C até - 8 °C com incrementos de 2°C;
                              • Temperatura de aquecimento: Fixa em + 40°C;
                              • Intensidade do vácuo: 0 até - 550 mmHg;
                              • Modos de vácuo: Contínuo e Pulsados: P1, P2, e P3 (35 pulsos/min);
                              • Modo P1:
                              • Pulso: 10 pulsos por minuto;
                              • Frequência: 166 mHz;
                              • Duração ON do pulso: 5500 ms;
                              • Duração OFF do pulso: 500 ms;
                              • Modo P2:
                              • Pulso: 20 pulsos por minuto;
                              • Frequência: 333 mHz;
                              • Duração ON do pulso: 2500 ms;
                              • Duração OFF do pulso: 500 ms;
                              • Modo P3:
                              • Pulso: 35 pulsos por minuto;
                              • Frequência: 583 mHz;
                              • Duração ON do pulso: 1210 ms;
                              • Duração OFF do pulso: 500 ms;
                              • Modos de temperatura: 1- Resfriamento, 2- Aquecimento inicial + Resfriamento, 3- Resfriamento + Aquecimento final, 4- Aquecimento inicial + Resfriamento + Aquecimento final;
                              • Tempo de resfriamento: 1-60 minutos;
                              • Tempo de aquecimento inicial: 1-10 minutos;
                              • Tempo de aquecimento final: 1-10 minutos;
                              • Tempo máximo de tratamento: 80 minutos;
                              •  Tamanho do copo do aplicador: 4,5 x 8,6 cm. 

                              Itens Inclusos

                              • 01 Aplicador mini para Polarys Ibramed Criolipólise de Contraste.

                              Ficha Técnica

                              Pressão Negativa0 até - 550 mmHg
                              ModoContínuo e Pulsado (03 modos)
                              TerapiaCriolipólise
                              Temperatura AquecimentoFixa em 40°C
                              Aplicador com controle de termperaturaNão
                              Aplicador com controle de vácuoSim
                              Temperatura Resfriamento+8 a -8ºC
                              ProtocolosConvencional, Contraste e de Reperfusão

                              Pesos e Medidas

                              • Dimensões do produto
                              • Dimensões (C x L x A)
                              • x x cm
                              • Peso Kg
                              • 3.0
                              • Dimensões da embalagem
                              • Dimensões Embalado (C x L x A)
                              • 62.0 x 40.0 x 29.0 cm
                              • Peso Embalado Kg
                              • 3.0

                              Perguntas Frequentes

                            • Os efeitos são cristalização dos lipídeos por extração de temperatura, paniculite lobular (inflamação causada pelo frio), reperfusão tecidual e fagocitose.
                            • O tempo de resfriamento deve ser entre 45 e 60 minutos. No entanto, na Criolipólise de Contraste, Reperfusão e de Preparo, o tempo de aplicação é maior devido ao tempo de aquecimento pré e/ou pós resfriamento.
                            • Os intervalos entre as sessões da criolipólise podem variar de 60 a 120 dias após a primeira aplicação.
                            • Áreas do tronco (exceto região precordial), pescoço (exceto região de carótidas e tireoide), região pélvica, membros superiores e inferiores com presença de gordura localizada.
                            • Deve-se verificar atentamente a presença de contraindicações, realizar a completa anamnese do paciente, assim como avaliação fotográfica, perimetria e adipometria para acompanhar a evolução clínica do paciente. Também deve-se verificar os medicamentos que possam interferir no tratamento, inspecionar o aplicador antes do início de cada tratamento, demarcar a área a ser tratada, a fim de direcionar o posicionamento da membrana anticongelante e do aplicador, posicionar o paciente de forma confortável e de maneira que exponha a área a ser tratada. É importante que, antes de interromper a sucção ao final do tratamento e realizar o desacoplamento, o profissional segure o aplicador firmemente para evitar a queda do mesmo.
                            • Para o correto funcionamento do sistema, é necessário abastecer o reservatório com água. O abastecimento deve ser feito com o equipamento ligado e aplicadores conectados. Antes de ligar o POLARYS, posicione os aplicadores em seus suportes, em seguida conecte os cabos dos aplicadores ao equipamento até o completo encaixe. Conecte o equipamento à rede elétrica e pressione o botão ON da chave liga-desliga, remova as tampas dos conectores da entrada e da saída de água, conecte a mangueira com funil na entrada de água. Abasteça lentamente o reservatório com água até o extravasamento pela mangueira conectada na saída de água. Após o processo desconecte as mangueiras e tampe os conectores.
                            • O Polarys é considerado uma criolipólise segura pois possui um reservatório de água com capacidade para 10 litros e não permite que o equipamento trabalhe com essa capacidade reduzida. Assim, há a garantia de resfriamento do Peltier e controle de sua real temperatura.
                            • Peltier é uma pastilha termoelétrica localizada na parte interna do aplicador em contato com as placas metálicas laterais. Por meio de estimulação elétrica, este dispositivo extrai calor (resfria) a superfície metálica que está em contato, enquanto libera o calor extraído do outro lado, trocando calor com a água que circula pelo aplicador. Sendo assim, quanto maior o reservatório de água, maior é a quantidade de água que circula pelo aplicador, o que otimiza a troca de calor com o peltier e promove a manutenção eficaz da temperatura durante a aplicação.
                            • Essa modalidade inclui períodos de aquecimento no início e no final do procedimento. A técnica se baseia no uso da temperagem (alternância entre calor/frio/calor) para induzir a cristalização de lipídios. O intuito é aumentar a possibilidade de destruição das células de gordura.
                            • Manual de Instruções