Home
Bem-vindo
Bem-vindo

Dualpex 961 Sport Quark - Aparelho de Correntes Tens, Fes, Russa e Interferencial

  • Código: 001044
  • Marca: Quark
  • Disponibilidade: Pronta-entrega
  • Descrição: O Dualpex 961 Sport é um estimulador elétrico neuromuscular transcutâneo multifuncional. Foi desenvolvido para Fisioterapia Desportiva, abrangendo a maioria dos recursos necessários à eletroestimulação do atleta, com efeitos de analgesias e fortalecimento muscular, com as correntes disponíveis no aparelho: Fes, Tens, modo Vif, Kotz (Corrente Russa), e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar). A tecnologia microcontrolada garante sempre a utilização de um equipamento atualizado e inteligente. Possui 47 protocolos de tratamentos pré-programados para maior comodidade ao profissional, é um equipamento compacto, que possibilita o atendimento home care de pacientes debilitados, aplicação em atletas antes e após a atividade física em ginásios, estádios, academia, etc.
  • ...Veja mais informações
Dualpex 961 Sport Quark - Aparelho de Correntes Tens, Fes, Russa e Interferencial
Dualpex 961 Sport Quark - Aparelho de Correntes Tens, Fes, Russa e Interferencial
Dualpex 961 Sport Quark - Aparelho de Correntes Tens, Fes, Russa e Interferencial
Dualpex 961 Sport Quark - Aparelho de Correntes Tens, Fes, Russa e Interferencial
Dualpex 961 Sport Quark - Aparelho de Correntes Tens, Fes, Russa e Interferencial
  • R$ 2.050,00
    em até 12x R$ 170,83 s/ juros
  • R$ 1.906,50- (7% à vista)
  • Retire este produto na loja
  • Vendido e entregue por ISP Saúde
  • R$ 1.906,50 no boleto bancário7% de desconto
  • R$ 1.906,50 em 1x no cartão7% de descontoMais opções de parcelamento

Descrição do Produto

O Dualpex 961 Sport é um estimulador elétrico neuromuscular transcutâneo multifuncional. Foi desenvolvido para Fisioterapia Desportiva, abrangendo a maioria dos recursos necessários à eletroestimulação do atleta, com efeitos de analgesias e fortalecimento muscular, com as correntes disponíveis no aparelho: Fes, Tens, modo Vif, Kotz (Corrente Russa), e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar). A tecnologia microcontrolada garante sempre a utilização de um equipamento atualizado e inteligente. Possui 47 protocolos de tratamentos pré-programados para maior comodidade ao profissional, é um equipamento compacto, que possibilita o atendimento home care de pacientes debilitados, aplicação em atletas antes e após a atividade física em ginásios, estádios, academia, etc.

Diferenciais e Benefícios

  • Comodidade: 47 protocolos de tratamentos pré-programados, forcendo agilidade ao profissional nos atendimentos;
  • Versátil: possui as correntes Kotz (Corrente Russa), Fes, Tens, modo Vif e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar), que possibilita diversas aplicações em variáveis patologias;
  • Disparador manual (Trigger): com o controle de disparo manual permite ao próprio paciente inicie e finalize um programa terapêutico pré-programado;
  • Agilidade: com 02 canais de saídapermite acoplar quatro eletrodos simultâneos, abrangendo uma área maior de atuação;
  • Design: tela em LCD azul, facilitando a visualização, consome menos energia, gera maior conforto para os olhos e confere design moderno;
  • Controle de tempo: após o tempo programando indica o término do tratamento através de "bip" sonoro e cessa automaticamente a passagem de corrente;
  • Segurança: proporciona efeito terapêutico de forma não-invasiva, não causa dependência e não gera efeitos colaterais;
  • Efeito VIF: evita acomodação da pele e efetua varredura nas fibras musculares;

Indicações

  • Analgesia;
  • Alongamento muscular;
  • Aumento do fluxo sanguíneo;
  • Processos inflamatórios;
  • Processos infecciosos;
  • Fortalecimento muscular;
  • Prevenção de atrofias;
  • Prevenção trombótica;
  • Estabilização articular;
  • Pré e Pós-operatório.

Efeitos fisiológicos

  • TENS: 
  • Estímulo das fibras de grosso calibre, que enviam informação ao Sistema Nervoso Central, rapidamente, enquanto o estímulo da dor é transmitido através de fibras de calibre menor, mais lentamente, consequentemente acontece a diminuição da sensação da dor "Teoria das Comportas".
  • "Teoria das Comportas":  os estímulos da corrente TENS chegam primeiro ao corno posterior da medula, e despolarizam a substância gelatinosa de Holando, impedindo que os estímulos da dor passem para o tálamo. Sendo assim, as comportas ou portões da dor são fechados, daí o nome.
  • Estímulo do sistema aferente sensitivo, que sob controle cortical e do sistema límbico liberam endomorfinas as quais produzem alívio da dor.
  • FES: 
  • Estimula eletricamente os ramos intramusculares dos motoneurônios, ao qual induz à contração muscular. Os potenciais de ação são gerados tanto no nervo intramuscular como nos receptores cutâneos, gerando força diretamente pela ativação do axônio motor e, indiretamente, pelo recrutamento reflexo de motoneurônios espinhais.
  • Kotz (Corrente Russa):
  • Despolarização do neurônio motor produzindo contração eficiente no músculo:
  • Efeitos biofísicos: aumenta o metabolismo celular, aumento da oxigenação;
  • Efeitos químicos: liberação de metabólitos;
  • Efeitos mecânicos: dilatação arterial e irrigação sanguínea, aumento do tônus e força muscular.
  • Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar):
  • Ativação de forma seletiva as fibras nervosas aferentes mielinizadas (fibras nervosas grossas) inibindo ou bloquenado a sensação de dor;
  • Normalização do balanço neurovegetativo, com relaxamento e melhoria da circulação;

Associações terapêuticas

  • Proseven: o ultrassom associado a correntes do aparelho tem efeito anti-inflamatório e aumenta o controle e redução da dor.

Protocolos

  • A região onde será aplicada a corrente deve ser limpa;
  • Se a região possuir pelos, recomenda-se a tricotomia superficial;
  • Coloque uma fina camada de gel que encobre toda a região do eletrodo;
  • Posicione os eletrodos na área a ser tratada;
  • Fixe os eletrodos com fita adesiva hipoalergênica;
  • Após programar os parâmetros, informe ao paciente que vai começar e ele deve relatar a sensação fielmente;
  • Aumentar a intensidade questionando a sensação do paciente.
  • Após o término desligar o aparelho, retirar os eletrodos;
  • Lavar os eletrodos em água corrente e sabão neutro, secar bem.
  • Sugestão de Parâmetros:
  • Reforço Muscular Superior - Músculo Intermediário:
  • T (Pulso): 250 us
  • Frequência: 50Hz
  • Rise: 02
  • Sust: 05
  • Fall: 02
  • Rest: 10
  • Rate:25%
  • Tempo: 20 minutos.

Informações Adicionais

  • Por ser um equipamento que possui vários tipos de corrente, para que se possa saber o limite de saída de corrente de cada eletrodo, a densidade de corrente eficaz não pode ultrapassar 2mA/cm² . Caso isso ocorra, diminua a corrente de pico ou aumente a área do eletrodo utilizado.
  •  Deve-se aplicar a fórmula que determina a densidade de corrente eficaz conforme o exemplo a seguir:
  • Exemplo 01: Para o programa TENS convencional utilizando o eletrodo de 3x5 cm, pode-se atingir 60mA de pico e a densidade de corrente será inferior a 2 mA/cm2. Exemplo 02: Para o Programa Corrente Galvânica utilizando o Eletrodo de Alumínio/Esponja 4x4 cm (16 cm) não exceder 32 mA. Para o mesmo eletrodo, na corrente DF e LP, não exceder o pico de 45 mA.
  • Eletrodos de 01 cm: Indicado para o tratamento em caso de analgesia, para áreas pequenas, em casos de paralisia facial sobre os pontos motores, utilizando os Programas de TENS e Estimulação Funcional (FES).
  • Eletrodos de 3x5 ou 4x4 cm (15 cm2): Indicado para o tratamento em caso de analgesia (TENS e FES) principalmente para áreas articulares como ombro, cotovelo, joelho e antebraço.
  • Eletrodos de 7x5 ou 10x5 cm (40 cm2): Indicado para o tratamento de estímulo circulatório e analgésico para áreas grandes ao  longo do grupo muscular, como por exemplo a região lombar e o quadríceps, utilizando os programas TENS Burst e Kots, também pode ser utilizado o programa SMS.
  • Correntes Bipolares: no caso de utilização de correntes bipolares utilize eletrodos de silicone, auto-adesivos ou conjunto de eletrodos de alumínio (placas) e esponjas umedecidas.
  • Correntes Monopolares: no caso de utilização de correntes monopolares utilize obrigatoriamente o conjunto de eletrodos de alumínio (placas) e esponjas umedecidas.

Conservação

  • Evite locais sujeitos a vibrações;
  • Evite locais úmidos, quentes e empoeirados;
  • Posicione o cabo de rede elétrica de modo que fique livre, fora de locais onde possa ser pisoteado, e não coloque qualquer objeto sobre ele;
  • Não abra seu equipamento. Nele não há partes reparáveis pelo usuário. Isto deve ser feito por técnicos especializados, devidamente credenciados. 
  • Após cada utilização faça uso apenas de um pano umedecido com água para limpeza.
  • Eletrodo de silicone: desgasta-se com o tempo, criando ilhas de condução elétrica, podendo causar sensação desconfortável ao paciente. O eletrodo deve ser substituído no máximo a cada seis meses,mesmo que não seja utilizado ou até mensalmente em caso de uso intenso. A substituição deve ser imediata em caso de fissuras no eletrodo. Caso o eletrodo venha a ficar esbranquiçado ou mau condutor de eletricidade, esfregue suavemente à superfície do eletrodo que fica em contato com o paciente com uma esponja abrasiva. Recomenda-se que após cada utilização os eletrodos de silicone sejam lavados em água corrente com sabonete anti-séptico e após serem devidamente secos. A esterilização é desnecessária.
  • Cabos: deve ser substituído a cada 03 (três) anos. Caso o cabo venha a apresentar fissuras ou trincas deve ser substituído imediatamente. Após cada utilização faça uso apenas de um pano umedecido com água para limpeza.

Contraindicações

  • Miopatias (designação genérica das afecções e doenças musculares);
  • Disfunção articulares;
  • Fraturas;
  • Espasticidade;
  • Trombose Venosa Profunda (TVP);
  • Marca-passo;
  • Febre;
  • Tuberculose ativa;
  • Tumores;
  • Doença vascular periférica;
  • Hipertensão ou hipotensão não controlada;
  • Processo infeccioso;
  • Seios carotídeos;
  • Sobre lesões cutâneas;
  • Fraturas;
  • Regiões hipoestésicas;
  • Locais tumorais;
  • Pele desvitalizada;
  • Sobre placas, parafusos ou próteses metálicas;
  • Excesso de tecido adiposo;
  • Grávidas;
  • Cuidado nas aplicações em crianças, pessoas senis e epiléticos;
  • Pessoas com aversão ao uso de correntes elétricas.

Especificações Técnicas

  • Central de controle com microprocessador;
  • Tela em LCD azul;
  • Correntes: Fes, Tens, modo Vif, Kotz (Corrente Russa), e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar);
  • 02 Canais de saída independentes;
  • Corrente bipolar com compensação simétrica;
  • Corrente máxima: 60 mA de pico com carga de 02 kOhm;
  • Duração do pulso positivo: 40 us a 03 ms;
  • Forma do pulso: bipolar simétrico;
  • Frequência de estimulação: 01 Hz a 04 Khz;
  • Modo de operação: Contínuo;
  • Timer: 0 a 60 minutos;
  • Possui 47 programas pré-programados;
  • Potência de Entrada: 60Hz (115 a 127 V - 210 a 230 V) - 20 VA.

Itens Inclusos

  • 01 Aparelho;
  • 01 Cabo de força;
  • 02 Cabos de aplicação;
  • 01 Disparador manual;
  • 04 Eletrodos de borracha;
  • 01 Bisnaga de gel;
  • 01 Manual de operações.

Ficha Técnica

Protocolos47 Programados
Canais02 Canais
TerapiaMulticorrentes
CorrentesFes, Tens, modo Vif, Kotz (Corrente Russa), e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar)
Intensidade0 a 60mA

Pesos e Medidas

  • Dimensões do produto
  • Dimensões (C x L x A)
  • 27.5 x 22.0 x 10.5 cm
  • Peso Kg
  • 1.877
  • Dimensões da embalagem
  • Dimensões Embalado (C x L x A)
  • 35.0 x 34.5 x 15.5 cm
  • Peso Embalado Kg
  • 2.648

Perguntas Frequentes

  • As correntes TENS e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar) possuem efeito analgésicas e anti-inflamatórias, atuam de forma seletiva no sistema nervoso, bloqueando o mecanismo de condução dos estímulos dolorosos promovendo alívio das dores e relaxamento muscular.
  • As correntes FES e Russa permite a estimulação dos pontos motores para aumentar a força e tônus muscular favorecendo a melhora do desempenho físico, aumentando o torque e a memória cinestésica muscular.
  • O equipamento Dualpex 961 Sport possui 01 canal de saída para eletroestimulação.
  • O botão de trigger, permite início remoto (controlado pelo paciente, por exemplo). Ao primeiro pressionar, inicia-se a terapia. Um segundo pressionar, finaliza a terapia, ou se no modo sequencial, passa para o canal 02. Em caso de presença de parâmetros como Subida, Descida, Sustentação ou Repouso, teremos a caracterização de um ciclo. Ao fim do ciclo, a mensagem “Fim de terapia!” aparecerá, desconectando o paciente.
  • Informações do Produto

    Descrição do Produto

    O Dualpex 961 Sport é um estimulador elétrico neuromuscular transcutâneo multifuncional. Foi desenvolvido para Fisioterapia Desportiva, abrangendo a maioria dos recursos necessários à eletroestimulação do atleta, com efeitos de analgesias e fortalecimento muscular, com as correntes disponíveis no aparelho: Fes, Tens, modo Vif, Kotz (Corrente Russa), e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar). A tecnologia microcontrolada garante sempre a utilização de um equipamento atualizado e inteligente. Possui 47 protocolos de tratamentos pré-programados para maior comodidade ao profissional, é um equipamento compacto, que possibilita o atendimento home care de pacientes debilitados, aplicação em atletas antes e após a atividade física em ginásios, estádios, academia, etc.

    Diferenciais e Benefícios

    • Comodidade: 47 protocolos de tratamentos pré-programados, forcendo agilidade ao profissional nos atendimentos;
    • Versátil: possui as correntes Kotz (Corrente Russa), Fes, Tens, modo Vif e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar), que possibilita diversas aplicações em variáveis patologias;
    • Disparador manual (Trigger): com o controle de disparo manual permite ao próprio paciente inicie e finalize um programa terapêutico pré-programado;
    • Agilidade: com 02 canais de saídapermite acoplar quatro eletrodos simultâneos, abrangendo uma área maior de atuação;
    • Design: tela em LCD azul, facilitando a visualização, consome menos energia, gera maior conforto para os olhos e confere design moderno;
    • Controle de tempo: após o tempo programando indica o término do tratamento através de "bip" sonoro e cessa automaticamente a passagem de corrente;
    • Segurança: proporciona efeito terapêutico de forma não-invasiva, não causa dependência e não gera efeitos colaterais;
    • Efeito VIF: evita acomodação da pele e efetua varredura nas fibras musculares;

    Indicações

    • Analgesia;
    • Alongamento muscular;
    • Aumento do fluxo sanguíneo;
    • Processos inflamatórios;
    • Processos infecciosos;
    • Fortalecimento muscular;
    • Prevenção de atrofias;
    • Prevenção trombótica;
    • Estabilização articular;
    • Pré e Pós-operatório.

    Efeitos fisiológicos

    • TENS: 
    • Estímulo das fibras de grosso calibre, que enviam informação ao Sistema Nervoso Central, rapidamente, enquanto o estímulo da dor é transmitido através de fibras de calibre menor, mais lentamente, consequentemente acontece a diminuição da sensação da dor "Teoria das Comportas".
    • "Teoria das Comportas":  os estímulos da corrente TENS chegam primeiro ao corno posterior da medula, e despolarizam a substância gelatinosa de Holando, impedindo que os estímulos da dor passem para o tálamo. Sendo assim, as comportas ou portões da dor são fechados, daí o nome.
    • Estímulo do sistema aferente sensitivo, que sob controle cortical e do sistema límbico liberam endomorfinas as quais produzem alívio da dor.
    • FES: 
    • Estimula eletricamente os ramos intramusculares dos motoneurônios, ao qual induz à contração muscular. Os potenciais de ação são gerados tanto no nervo intramuscular como nos receptores cutâneos, gerando força diretamente pela ativação do axônio motor e, indiretamente, pelo recrutamento reflexo de motoneurônios espinhais.
    • Kotz (Corrente Russa):
    • Despolarização do neurônio motor produzindo contração eficiente no músculo:
    • Efeitos biofísicos: aumenta o metabolismo celular, aumento da oxigenação;
    • Efeitos químicos: liberação de metabólitos;
    • Efeitos mecânicos: dilatação arterial e irrigação sanguínea, aumento do tônus e força muscular.
    • Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar):
    • Ativação de forma seletiva as fibras nervosas aferentes mielinizadas (fibras nervosas grossas) inibindo ou bloquenado a sensação de dor;
    • Normalização do balanço neurovegetativo, com relaxamento e melhoria da circulação;

    Associações terapêuticas

    • Proseven: o ultrassom associado a correntes do aparelho tem efeito anti-inflamatório e aumenta o controle e redução da dor.

    Protocolos

    • A região onde será aplicada a corrente deve ser limpa;
    • Se a região possuir pelos, recomenda-se a tricotomia superficial;
    • Coloque uma fina camada de gel que encobre toda a região do eletrodo;
    • Posicione os eletrodos na área a ser tratada;
    • Fixe os eletrodos com fita adesiva hipoalergênica;
    • Após programar os parâmetros, informe ao paciente que vai começar e ele deve relatar a sensação fielmente;
    • Aumentar a intensidade questionando a sensação do paciente.
    • Após o término desligar o aparelho, retirar os eletrodos;
    • Lavar os eletrodos em água corrente e sabão neutro, secar bem.
    • Sugestão de Parâmetros:
    • Reforço Muscular Superior - Músculo Intermediário:
    • T (Pulso): 250 us
    • Frequência: 50Hz
    • Rise: 02
    • Sust: 05
    • Fall: 02
    • Rest: 10
    • Rate:25%
    • Tempo: 20 minutos.

    Informações Adicionais

    • Por ser um equipamento que possui vários tipos de corrente, para que se possa saber o limite de saída de corrente de cada eletrodo, a densidade de corrente eficaz não pode ultrapassar 2mA/cm² . Caso isso ocorra, diminua a corrente de pico ou aumente a área do eletrodo utilizado.
    •  Deve-se aplicar a fórmula que determina a densidade de corrente eficaz conforme o exemplo a seguir:
    • Exemplo 01: Para o programa TENS convencional utilizando o eletrodo de 3x5 cm, pode-se atingir 60mA de pico e a densidade de corrente será inferior a 2 mA/cm2. Exemplo 02: Para o Programa Corrente Galvânica utilizando o Eletrodo de Alumínio/Esponja 4x4 cm (16 cm) não exceder 32 mA. Para o mesmo eletrodo, na corrente DF e LP, não exceder o pico de 45 mA.
    • Eletrodos de 01 cm: Indicado para o tratamento em caso de analgesia, para áreas pequenas, em casos de paralisia facial sobre os pontos motores, utilizando os Programas de TENS e Estimulação Funcional (FES).
    • Eletrodos de 3x5 ou 4x4 cm (15 cm2): Indicado para o tratamento em caso de analgesia (TENS e FES) principalmente para áreas articulares como ombro, cotovelo, joelho e antebraço.
    • Eletrodos de 7x5 ou 10x5 cm (40 cm2): Indicado para o tratamento de estímulo circulatório e analgésico para áreas grandes ao  longo do grupo muscular, como por exemplo a região lombar e o quadríceps, utilizando os programas TENS Burst e Kots, também pode ser utilizado o programa SMS.
    • Correntes Bipolares: no caso de utilização de correntes bipolares utilize eletrodos de silicone, auto-adesivos ou conjunto de eletrodos de alumínio (placas) e esponjas umedecidas.
    • Correntes Monopolares: no caso de utilização de correntes monopolares utilize obrigatoriamente o conjunto de eletrodos de alumínio (placas) e esponjas umedecidas.

    Conservação

    • Evite locais sujeitos a vibrações;
    • Evite locais úmidos, quentes e empoeirados;
    • Posicione o cabo de rede elétrica de modo que fique livre, fora de locais onde possa ser pisoteado, e não coloque qualquer objeto sobre ele;
    • Não abra seu equipamento. Nele não há partes reparáveis pelo usuário. Isto deve ser feito por técnicos especializados, devidamente credenciados. 
    • Após cada utilização faça uso apenas de um pano umedecido com água para limpeza.
    • Eletrodo de silicone: desgasta-se com o tempo, criando ilhas de condução elétrica, podendo causar sensação desconfortável ao paciente. O eletrodo deve ser substituído no máximo a cada seis meses,mesmo que não seja utilizado ou até mensalmente em caso de uso intenso. A substituição deve ser imediata em caso de fissuras no eletrodo. Caso o eletrodo venha a ficar esbranquiçado ou mau condutor de eletricidade, esfregue suavemente à superfície do eletrodo que fica em contato com o paciente com uma esponja abrasiva. Recomenda-se que após cada utilização os eletrodos de silicone sejam lavados em água corrente com sabonete anti-séptico e após serem devidamente secos. A esterilização é desnecessária.
    • Cabos: deve ser substituído a cada 03 (três) anos. Caso o cabo venha a apresentar fissuras ou trincas deve ser substituído imediatamente. Após cada utilização faça uso apenas de um pano umedecido com água para limpeza.

    Contraindicações

    • Miopatias (designação genérica das afecções e doenças musculares);
    • Disfunção articulares;
    • Fraturas;
    • Espasticidade;
    • Trombose Venosa Profunda (TVP);
    • Marca-passo;
    • Febre;
    • Tuberculose ativa;
    • Tumores;
    • Doença vascular periférica;
    • Hipertensão ou hipotensão não controlada;
    • Processo infeccioso;
    • Seios carotídeos;
    • Sobre lesões cutâneas;
    • Fraturas;
    • Regiões hipoestésicas;
    • Locais tumorais;
    • Pele desvitalizada;
    • Sobre placas, parafusos ou próteses metálicas;
    • Excesso de tecido adiposo;
    • Grávidas;
    • Cuidado nas aplicações em crianças, pessoas senis e epiléticos;
    • Pessoas com aversão ao uso de correntes elétricas.

    Especificações Técnicas

    • Central de controle com microprocessador;
    • Tela em LCD azul;
    • Correntes: Fes, Tens, modo Vif, Kotz (Corrente Russa), e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar);
    • 02 Canais de saída independentes;
    • Corrente bipolar com compensação simétrica;
    • Corrente máxima: 60 mA de pico com carga de 02 kOhm;
    • Duração do pulso positivo: 40 us a 03 ms;
    • Forma do pulso: bipolar simétrico;
    • Frequência de estimulação: 01 Hz a 04 Khz;
    • Modo de operação: Contínuo;
    • Timer: 0 a 60 minutos;
    • Possui 47 programas pré-programados;
    • Potência de Entrada: 60Hz (115 a 127 V - 210 a 230 V) - 20 VA.

    Itens Inclusos

    • 01 Aparelho;
    • 01 Cabo de força;
    • 02 Cabos de aplicação;
    • 01 Disparador manual;
    • 04 Eletrodos de borracha;
    • 01 Bisnaga de gel;
    • 01 Manual de operações.

    Ficha Técnica

    Protocolos47 Programados
    Canais02 Canais
    TerapiaMulticorrentes
    CorrentesFes, Tens, modo Vif, Kotz (Corrente Russa), e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar)
    Intensidade0 a 60mA

    Pesos e Medidas

    • Dimensões do produto
    • Dimensões (C x L x A)
    • 27.5 x 22.0 x 10.5 cm
    • Peso Kg
    • 1.877
    • Dimensões da embalagem
    • Dimensões Embalado (C x L x A)
    • 35.0 x 34.5 x 15.5 cm
    • Peso Embalado Kg
    • 2.648

    Perguntas Frequentes

  • As correntes TENS e Farádica Heteródina (Interferencial Bipolar) possuem efeito analgésicas e anti-inflamatórias, atuam de forma seletiva no sistema nervoso, bloqueando o mecanismo de condução dos estímulos dolorosos promovendo alívio das dores e relaxamento muscular.
  • As correntes FES e Russa permite a estimulação dos pontos motores para aumentar a força e tônus muscular favorecendo a melhora do desempenho físico, aumentando o torque e a memória cinestésica muscular.
  • O equipamento Dualpex 961 Sport possui 01 canal de saída para eletroestimulação.
  • O botão de trigger, permite início remoto (controlado pelo paciente, por exemplo). Ao primeiro pressionar, inicia-se a terapia. Um segundo pressionar, finaliza a terapia, ou se no modo sequencial, passa para o canal 02. Em caso de presença de parâmetros como Subida, Descida, Sustentação ou Repouso, teremos a caracterização de um ciclo. Ao fim do ciclo, a mensagem “Fim de terapia!” aparecerá, desconectando o paciente.