Home
Bem-vindo
Bem-vindo

Dualpex 961 Uro Quark - Aparelho de Eletroestimulação Uroginecológica

  • Código: 001049
  • Marca: Quark
  • Disponibilidade: Pronta-entrega
  • Descrição: O Dualpex 961 Uro Quark é um aparelho de Fisioterapia, um estimulador elétrico neuromuscular transcutâneo multifuncional, abrangendo a maioria dos recursos necessários para tratamento de disfunções Uroginecologicas. Foi concebido para fornecer ao profissional ampla gama de recursos, máxima confiabilidade e facilidade de utilização. Possui em um só aparelho as correntes Tens, FES, Russa e Interferencial e ainda dois canais de saída independentes de intensidade. O Dualpex integra 21 protocolos pré-programados e tem ainda possibilidade de gravar protocolos pessoais. Por se tratar de um equipamento microcontrolado, seus limites de evolução tornam-se quase infinitos, garantindo sempre a utilização de um aparelho atualizado e inteligente. Eletroterapia de maneira simples e amigável, com o máximo de recursos!
  • ...Veja mais informações
Dualpex 961 Uro Quark - Aparelho de Eletroestimulação Uroginecológica
Dualpex 961 Uro Quark - Aparelho de Eletroestimulação Uroginecológica
  • R$ 2.485,40
    em até 12x R$ 207,12 s/ juros
  • R$ 2.311,42- (7% à vista)
  • Retire este produto na loja
  • Vendido e entregue por ISP Saúde
  • R$ 2.311,42 no boleto bancário7% de desconto
  • R$ 2.311,42 em 1x no cartão7% de descontoMais opções de parcelamento

Descrição do Produto

O Dualpex 961 Uro Quark é um aparelho de Fisioterapia, um estimulador elétrico neuromuscular transcutâneo multifuncional, abrangendo a maioria dos recursos necessários para tratamento de disfunções Uroginecologicas. Foi concebido para fornecer ao profissional ampla gama de recursos, máxima confiabilidade e facilidade de utilização. Possui em um só aparelho as correntes Tens, FES, Russa e Interferencial e ainda dois canais de saída independentes de intensidade. O Dualpex integra 21 protocolos pré-programados e tem ainda possibilidade de gravar protocolos pessoais. Por se tratar de um equipamento microcontrolado, seus limites de evolução tornam-se quase infinitos, garantindo sempre a utilização de um aparelho atualizado e inteligente. Eletroterapia de maneira simples e amigável, com o máximo de recursos!

Diferenciais e Benefícios

  • Dinâmico: 21 protocolos de tratamento pré-programados, conferem agilidade para rotina clínica do profissional;
  • Eficiente: 02 canais de saída, para entrada para eletrodo vaginal e anal, possibilitando tratamentos uroginecológicos;
  • Timer: ajustável de 1 a 60 minutos, indica o término do tratamento através de "bip" sonoro e cessa automaticamente a passagem de corrente;
  • Visual: tela em LCD (liquid crystal display) azul, facilita a visualização, consome menos energia, gera maior conforto para os olhos e confere design moderno.

Indicações

  • Instabilidades vesicais;
  • Incontinência urinária;
  • Algia perineal de pós parto ou pós operatórios;
  • Prolapso retal;
  • Prolapso vesical;
  • Prolapso uterino.

Efeitos fisiológicos

  • TENS:
  • Bloqueio da mensagem da dor ao SNC (Sistema Nervoso Central) através da teoria das "Comportas da Dor", causando analgesia;
  • FES e Russa:
  • Despolarização do neurônio motor produzindo contração eficiente no músculo;
  • Efeitos biofísicos: aumenta o metabolismo celular, aumento da oxigenação;
  • Efeitos químicos: liberação de metabólitos;
  • Efeitos mecânicos: dilatação arterial e irrigação sanguínea, aumento do tônus e força muscular;
  • Interferencial (Heteródina):
  • Ativação de forma seletiva as fibras nervosas aferentes mielinizadas (fibras nervosas grossas) inibindo ou bloqueando a sensação de dor;
  • Normalização do balanço neurovegetativo, com relaxamento e melhoria da circulação.

Associações terapêuticas

  • Femcone: peso ideal para exercitar grupos musculares do assoalho pélvico, associa-lo a eletroestimulação e biofeedback é importante na evolução do tratamento.

Informações Adicionais

  • Dualpex 961 Uro em tratamentos Uroginecológicos:
  • Nas últimas décadas, a eletroestimulação como tratamento para disfunções diversas do assoalho pélvico vem sendo amplamente utilizada, apresentando resultados satisfatórios. Acredita-se que o estímulo elétrico seja capaz de aumentar a pressão intra-uretral por meio da estimulação direta dos nervos eferentes para a musculatura periuretral.
  • Além de aumentar o fluxo sanguíneo para os músculos da uretra e do assoalho pélvico, restabelece as conexões neuromusculares melhorando a função da fibra muscular, hipertrofiando-a e modificando seu padrão de ação pelo aumento do número de fibras musculares rápidas. A contração da musculatura do assoalho pélvico e dos músculos que constituem o esfincter externo da uretra representa um efeito adicional da eletroestimulação no controle da hiperatividade vesical. O fechamento uretral desencadearia reflexo inibitório sobre o detrusor pelos nervos aferentes pudendos (principal nervo do períneo).

Conservação

  • Não deixe cair nenhuma substância líquida dentro do aparelho sob risco de causar sérios danos;
  • Ao final da terapia desligue o equipamento e retire os eletrodos;
  • Cuidado ao retirar o conector do eletrodo, evite puxá-lo pelo cabo;
  • O eletrodo deve ser substituído no máximo a cada seis meses, mesmo que não seja utilizado ou até mensalmente em caso de uso intenso;
  • Caso o eletrodo venha ficar esbranquiçado ou apresentar má condução de eletricidade, esfregue suavemente a superfície do eletrodo que fica em contato com o paciente com uma esponja abrasiva;
  • Equipamento e cabos: após cada utilização faça uso apenas de um pano umedecido com água para limpeza;
  • Eletrodos de silicone: recomenda-se após cada utilização que os eletrodos sejam lavados em água corrente com sabão anti-séptico, após a lavagem os eletrodos devem ser bem secos. A esterilização é desnecessária;
  • Eletrodo anal ou vaginal: recomenda-se antes e após cada utilização a lavagem do eletrodo com sabonete anti-séptico. Após a lavagem deve ser feito um esfregaço com gaze umedecida com álcool 70% em todo o cabo do eletrodo. Importante: no momento da limpeza, deve-se desconectar o eletrodo do equipamento. Produto não esterilizável. Nunca use autoclave.

Contraindicações

  • Dispositivo eletrônico implantado;
  • Processos infecciosos;
  • Distúrbio psiquiátrico (paciente com dificuldade de compreensão);
  • Pacientes com sensibilidade superficial alterada;
  • Pacientes com aversão a corrente elétrica;
  • Período menstrual;
  • Confirmação ou suspeita de gravidez;
  • Durante ou imediatamente após relações sexuais;
  • Locais tumorais;
  • Dispositivo intrauterino;
  • Pacientes tuberculosos;
  • Pacientes com aversão a corrente elétrica;
  • Retenção/obstrução urinária.

Especificações Técnicas

  • Dualpex 961 Uro Quark - Aparelho de Eletroestimulação Uroginecológica;
  • Tecnologia de operação microcontrolada;
  • Display: visor em LCD azul;
  • 02 canais de saída;
  • Terapia por Eletroestimulação Uroginecológica;
  • Correntes: TENS, FES, Interferencial Bipolar e Russa;
  • Modo de operação contínuo;
  • Intensidade: 60 mA;
  • Timer: 0 a 60 min;
  • Frequência: 60 Hz;
  • Forma do pulso: bipolar simétrico;
  • 21 protocolos pré-programados;
  • Alimentação: bivolt automático.

Itens Inclusos

  • 01 Dualpex 961 Uro Quark - Aparelho de Eletroestimulação Uroginecológica;
  • 01 Cabo de força;
  • 01 Eletrodo anal;
  • 01 Eletrodo vaginal;
  • 01 Bisnaga de gel (100g);
  • 01 Manual de operação.

Acessórios Opcionais

  • Vendido separadamente:
  • ME01757A - Cabo com Pontas Pino Banana, Utilizado no Equipamento Dualpex Uro - Quark.

Ficha Técnica

Protocolos21 protocolos pré-programados
Canais02 Canais
CorrentesTENS, FES, Interferencial Bipolar e Russa
Frequência60 Hz
Intensidades 60 mA
Pulso40 us a 3 ms
TerapiaEletroestimulação Uroginecológica

Pesos e Medidas

  • Dimensões do produto
  • Dimensões (C x L x A)
  • 27.5 x 21.5 x 11.0 cm
  • Peso Kg
  • 1.868
  • Dimensões da embalagem
  • Dimensões Embalado (C x L x A)
  • 32.5 x 34.5 x 15.5 cm
  • Peso Embalado Kg
  • 2.591

Perguntas Frequentes

  • Recomenda-se que os eletrodos anais e vaginais, sejam lavados com sabonete anti-séptico, antes e após cada utilização. Após a lavagem, deve ser feito um esfregaço com uma gaze umedecida com álcool 70% em todo o cabo do eletrodo. No momento da limpeza, deve-se desconectar o eletrodo do equipamento.
  • Os eletrodos do Dualpex uro podem ser adaptados ao Dualpex Sport e Dualpex 961.
  • O eletrodo anal é indicado para ser utilizado em pacientes virgens (mulheres) ou do sexo masculino, visando a reeducação da musculatura do assoalho pélvico.
  • O eletrodo vaginal é indicado para ser utilizado em pacientes do sexo feminino, visando a reeducação e ou analgesia da musculatura do assoalho pélvico.
  • Informações do Produto

    Descrição do Produto

    O Dualpex 961 Uro Quark é um aparelho de Fisioterapia, um estimulador elétrico neuromuscular transcutâneo multifuncional, abrangendo a maioria dos recursos necessários para tratamento de disfunções Uroginecologicas. Foi concebido para fornecer ao profissional ampla gama de recursos, máxima confiabilidade e facilidade de utilização. Possui em um só aparelho as correntes Tens, FES, Russa e Interferencial e ainda dois canais de saída independentes de intensidade. O Dualpex integra 21 protocolos pré-programados e tem ainda possibilidade de gravar protocolos pessoais. Por se tratar de um equipamento microcontrolado, seus limites de evolução tornam-se quase infinitos, garantindo sempre a utilização de um aparelho atualizado e inteligente. Eletroterapia de maneira simples e amigável, com o máximo de recursos!

    Diferenciais e Benefícios

    • Dinâmico: 21 protocolos de tratamento pré-programados, conferem agilidade para rotina clínica do profissional;
    • Eficiente: 02 canais de saída, para entrada para eletrodo vaginal e anal, possibilitando tratamentos uroginecológicos;
    • Timer: ajustável de 1 a 60 minutos, indica o término do tratamento através de "bip" sonoro e cessa automaticamente a passagem de corrente;
    • Visual: tela em LCD (liquid crystal display) azul, facilita a visualização, consome menos energia, gera maior conforto para os olhos e confere design moderno.

    Indicações

    • Instabilidades vesicais;
    • Incontinência urinária;
    • Algia perineal de pós parto ou pós operatórios;
    • Prolapso retal;
    • Prolapso vesical;
    • Prolapso uterino.

    Efeitos fisiológicos

    • TENS:
    • Bloqueio da mensagem da dor ao SNC (Sistema Nervoso Central) através da teoria das "Comportas da Dor", causando analgesia;
    • FES e Russa:
    • Despolarização do neurônio motor produzindo contração eficiente no músculo;
    • Efeitos biofísicos: aumenta o metabolismo celular, aumento da oxigenação;
    • Efeitos químicos: liberação de metabólitos;
    • Efeitos mecânicos: dilatação arterial e irrigação sanguínea, aumento do tônus e força muscular;
    • Interferencial (Heteródina):
    • Ativação de forma seletiva as fibras nervosas aferentes mielinizadas (fibras nervosas grossas) inibindo ou bloqueando a sensação de dor;
    • Normalização do balanço neurovegetativo, com relaxamento e melhoria da circulação.

    Associações terapêuticas

    • Femcone: peso ideal para exercitar grupos musculares do assoalho pélvico, associa-lo a eletroestimulação e biofeedback é importante na evolução do tratamento.

    Informações Adicionais

    • Dualpex 961 Uro em tratamentos Uroginecológicos:
    • Nas últimas décadas, a eletroestimulação como tratamento para disfunções diversas do assoalho pélvico vem sendo amplamente utilizada, apresentando resultados satisfatórios. Acredita-se que o estímulo elétrico seja capaz de aumentar a pressão intra-uretral por meio da estimulação direta dos nervos eferentes para a musculatura periuretral.
    • Além de aumentar o fluxo sanguíneo para os músculos da uretra e do assoalho pélvico, restabelece as conexões neuromusculares melhorando a função da fibra muscular, hipertrofiando-a e modificando seu padrão de ação pelo aumento do número de fibras musculares rápidas. A contração da musculatura do assoalho pélvico e dos músculos que constituem o esfincter externo da uretra representa um efeito adicional da eletroestimulação no controle da hiperatividade vesical. O fechamento uretral desencadearia reflexo inibitório sobre o detrusor pelos nervos aferentes pudendos (principal nervo do períneo).

    Conservação

    • Não deixe cair nenhuma substância líquida dentro do aparelho sob risco de causar sérios danos;
    • Ao final da terapia desligue o equipamento e retire os eletrodos;
    • Cuidado ao retirar o conector do eletrodo, evite puxá-lo pelo cabo;
    • O eletrodo deve ser substituído no máximo a cada seis meses, mesmo que não seja utilizado ou até mensalmente em caso de uso intenso;
    • Caso o eletrodo venha ficar esbranquiçado ou apresentar má condução de eletricidade, esfregue suavemente a superfície do eletrodo que fica em contato com o paciente com uma esponja abrasiva;
    • Equipamento e cabos: após cada utilização faça uso apenas de um pano umedecido com água para limpeza;
    • Eletrodos de silicone: recomenda-se após cada utilização que os eletrodos sejam lavados em água corrente com sabão anti-séptico, após a lavagem os eletrodos devem ser bem secos. A esterilização é desnecessária;
    • Eletrodo anal ou vaginal: recomenda-se antes e após cada utilização a lavagem do eletrodo com sabonete anti-séptico. Após a lavagem deve ser feito um esfregaço com gaze umedecida com álcool 70% em todo o cabo do eletrodo. Importante: no momento da limpeza, deve-se desconectar o eletrodo do equipamento. Produto não esterilizável. Nunca use autoclave.

    Contraindicações

    • Dispositivo eletrônico implantado;
    • Processos infecciosos;
    • Distúrbio psiquiátrico (paciente com dificuldade de compreensão);
    • Pacientes com sensibilidade superficial alterada;
    • Pacientes com aversão a corrente elétrica;
    • Período menstrual;
    • Confirmação ou suspeita de gravidez;
    • Durante ou imediatamente após relações sexuais;
    • Locais tumorais;
    • Dispositivo intrauterino;
    • Pacientes tuberculosos;
    • Pacientes com aversão a corrente elétrica;
    • Retenção/obstrução urinária.

    Especificações Técnicas

    • Dualpex 961 Uro Quark - Aparelho de Eletroestimulação Uroginecológica;
    • Tecnologia de operação microcontrolada;
    • Display: visor em LCD azul;
    • 02 canais de saída;
    • Terapia por Eletroestimulação Uroginecológica;
    • Correntes: TENS, FES, Interferencial Bipolar e Russa;
    • Modo de operação contínuo;
    • Intensidade: 60 mA;
    • Timer: 0 a 60 min;
    • Frequência: 60 Hz;
    • Forma do pulso: bipolar simétrico;
    • 21 protocolos pré-programados;
    • Alimentação: bivolt automático.

    Itens Inclusos

    • 01 Dualpex 961 Uro Quark - Aparelho de Eletroestimulação Uroginecológica;
    • 01 Cabo de força;
    • 01 Eletrodo anal;
    • 01 Eletrodo vaginal;
    • 01 Bisnaga de gel (100g);
    • 01 Manual de operação.

    Acessórios Opcionais

    • Vendido separadamente:
    • ME01757A - Cabo com Pontas Pino Banana, Utilizado no Equipamento Dualpex Uro - Quark.

    Ficha Técnica

    Protocolos21 protocolos pré-programados
    Canais02 Canais
    CorrentesTENS, FES, Interferencial Bipolar e Russa
    Frequência60 Hz
    Intensidades 60 mA
    Pulso40 us a 3 ms
    TerapiaEletroestimulação Uroginecológica

    Pesos e Medidas

    • Dimensões do produto
    • Dimensões (C x L x A)
    • 27.5 x 21.5 x 11.0 cm
    • Peso Kg
    • 1.868
    • Dimensões da embalagem
    • Dimensões Embalado (C x L x A)
    • 32.5 x 34.5 x 15.5 cm
    • Peso Embalado Kg
    • 2.591

    Perguntas Frequentes

  • Recomenda-se que os eletrodos anais e vaginais, sejam lavados com sabonete anti-séptico, antes e após cada utilização. Após a lavagem, deve ser feito um esfregaço com uma gaze umedecida com álcool 70% em todo o cabo do eletrodo. No momento da limpeza, deve-se desconectar o eletrodo do equipamento.
  • Os eletrodos do Dualpex uro podem ser adaptados ao Dualpex Sport e Dualpex 961.
  • O eletrodo anal é indicado para ser utilizado em pacientes virgens (mulheres) ou do sexo masculino, visando a reeducação da musculatura do assoalho pélvico.
  • O eletrodo vaginal é indicado para ser utilizado em pacientes do sexo feminino, visando a reeducação e ou analgesia da musculatura do assoalho pélvico.