Bem-vindo
Bem-vindo
O que é carboxiterapia?

Carboxiterapia é um recurso que tem como característica principal a aplicação de dióxido de carbono medicinal, com 99,9% de pureza, de forma cutânea e subcutânea.

O procedimento age no metabolismo celular de forma localizada, com o objetivo principal de melhorar a circulação sanguínea. Outros processos decorrentes do tratamento são a hiperoxigenação do tecido na área tratada, a produção de colágeno e a reorganização das fibras, melhorando a firmeza e a elasticidade da pele.

Quais são as indicações da Carboxiterapia?

A carboxiterapia promove a circulação sanguínea no local da aplicação, trazendo excelentes resultados na nutrição celular e, consequentemente, melhora do aspecto da pele.

A hiperoxigenação dos tecidos, causada pela técnica, potencializa a recuperação pós-cirurgia plástica, já que promove o rompimento da fibrose, amenizando as irregularidades.

Outro grande benefício da carboxiterapia é conquistado no tratamento de olheiras. Neste caso, a aplicação do gás carbônico estimula a circulação e a formação de novos vasos sanguíneos, processo que ameniza a aparência escurecida no local.

A perfuração da pele, para a aplicação do dióxido de carbono, também promove a inflamação no local estimulando a produção de colágeno. Ideal para rejuvenescimento facial e tratamento de estrias.

A carboxiterapia possibilita ainda a estimulação da lipólise e o rompimento da membrana do adipócito, a partir da estimulação de seus receptores beta adrenérgicos, o que torna o procedimento também indicado para o tratamento de gordura.

Quantas vezes por semana posso fazer Carboxiterapia?

O tempo varia de acordo com o tratamento. No tratamento de celulite e gordura localizada, o procedimento poderá se repetir de 2 a 3 vezes por semana. Mas, para tratar estrias, flacidez e rejuvenescimento deve-se respeitar um intervalo de 15 dias, para que haja tempo de obter uma resposta natural do organismo (neocolagênese - produção de novas fibras de colágeno, neoelastogênese - novas fibras de elastina e reorganização do colágeno).